Skip to content
27/10/2010 / Thiago Ghougassian

você sabe se comunicar na web?

Por Thiago Ghougassian

Muito se fala sobre as inovações e facilidades que a internet trouxe para as pessoas. Você pode programar pagamentos e transferências, ler notícias sobre o mercado, cotar fornecedores e levantar orçamentos, sem dizer na compra de passagens aéreas, cursos e congressos. Porém, a grande inovação está na forma de se comunicar. Você pode fazer uma conferência profissional, ligar para um telefone em qualquer lugar do mundo, conhecer pessoas de todos os tipos, manter contato com amigos e parentes, enviar documentos e planilhas para o colega que está ao seu lado e propagar suas ideias.

A verdade é que você tem total liberdade de falar o que pensa sobre qualquer assunto e a qualquer momento. Dificilmente você vai se sentir reprimido, afinal de contas, o “mundo internet” é muito grande e pessoas com ideias parecidas com as suas vão surgir. As tão aclamadas mídias sociais viabilizaram essa comunicação. Antes você reunia seus contato em um só canal, depois você teve liberdade de dividi-los em grupos, participar de fóruns, divulgar seu site e serviço, favoritar os sites relevantes para sua empresa, colocar fotos e vídeos na mesma hora que algo acontecia, descrever ideologias de sua empresa, montar uma rede profissional, prospectar boas oportunidades de negócios e por aí vai.

A linguagem para cada espaço

Os canais são muitos, porém a grande dificuldade fica por conta da comunicação. Num universo repleto de países, é preciso dominar o idioma de cada lugar para ser entendido. Entendem o que queremos dizer? Você não pode falar português na Suécia, nem chinês na Rússia. Você não pode utilizar a mesma linguagem do Twitter, por exemplo, para se comunicar no LinkedIn. O fato é que cada rede tem sua particularidade e isso deve ser aprendido. O sucesso de uma mensagem está ligado a relevância do tema, claro, mas também a forma como ela foi transmitida. A “população” deste “país” pode não entender ou interpretar sua mensagem de uma outra forma se o “idioma” que foi utilizado por você tenha sido “alienígena”.

Fora isso, não basta dominarmos um único tipo de rede / linguagem. As plataformas digitais, assim como diversas coisas na vida, têm seu ciclo. Nasce, vive e morre (ou fica obsoleto, como é o caso do pager, mas isso é assunto para um outro post). Além de acompanhar as informações sobre tendências da internet para, dessa forma, obter mais visibilidade, é necessário compreender que existem centenas de redes disponíveis para objetivos diferentes (confira o infográfico abaixo). Só saberemos tirar proveito dessas redes se dominarmos a linguagem delas. Linguagem técnica e linguagem comunicativa. A palavra-chave é informação.

 

Texto publicado originalmente na Agência Mint

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: